Três velocistas da Associação de Atletismo Pista e Campo de Sorocaba (AAPC) foram avaliados hoje no NAR-SP. Os atletas, em preparação para o Troféu Brasil, principal competição nacional da modalidade, que será realizado em junho, realizaram testes de força, potência e velocidade.

De acordo com o técnico Miguel Pereira da Silva, não são apenas as avaliações que beneficiarão seus atletas. Para ele, o convívio dentro do Núcleo de Alto Rendimento Esportivo de São Paulo também é importante. 

"O NAR-SP é muito bacana porque a gente se inspira muito. Tem atletas muito diversos e motivados aqui. O ambiente acaba sendo muito motivamante," afirma o técnico. "Além disso, o treino realizado aqui é mais próximo do que vamos competir [no Troféu Brasil]."

Entre os três atletas estava Alessandra da Silva, de apenas 18 anos e novata no esporte de alto rendimento. De acordo com Miguel, a vivência no NAR-SP também será importante para a jovem. 

"O atleta jovem tem muita indefinição, ainda. Então, ela precisa se organizar. E essa forma inspiradora [do Núcleo] é o que vai trazer pra ela encaminhamento e direção, que é quando ela vai falar pra si 'é bacana [treinar atletismo]'," ele completou. 

Ingrid Barros, 22, e Raoni de Paula Amaral, 29, acompanharam a jovem Alessandra nas avaliações. A caçula, porém, não participou da avaliaçõa de potência dos membros inferiores. 

Raoni é um dos principais velocistas do país, estando hoje entre os dez melhores colocados no ranking nacional nos 100m, com a marca de 10.38s.

Veja a galeria completa
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support