{notícias}

Seleção brasileira de boxe quer padronizar testes para o esporte

21/01/2015 < Voltar

A seleção brasileira de boxe foi a primeira a usufruir de um novo equipamento do Núcleo de Alto Rendimento Esportivo.

A equipe passou entre os dias 8 e 21 de janeiro por avaliações de velocidade, potência e força, mas foi o teste de pico de força do soco que tomou conta da maior parte do tempo dos atletas.

A informação coletada nos últimos dias será usada tanto pelos técnicos da equipe - que poderão adaptar o treino individual de cada atleta - quanto pela equipe do NAR, que transformará estes dados em pesquisa científica em prol do esporte.


O técnico da seleção, Felipe Romano, falou da importância deste estudo. De acordo com ele, a ideia é padronizar testes para todo o boxe nacional até as Olimpíadas de 2016. 

Já o pugilista Juan Golçalves diz que fica contente em realizar as avaliações - principalmente se elas mostrarem o quanto ele melhorou de um ano para cá.

"É legal ver minha melhora", ele diz. "Ainda mais voltando de férias, assim. A gente pode saber o quanto temos que melhorar e poder traçar metas para o ano."


A seleção brasileira de boxe está de olho no Mundial de Boxe e nos Jogos Pan-Americanops, ainda este ano, mas não esconde a ansiedade com as eliminatórias das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

 

{

REDES SOCIAIS

}

MANTENEDOR

PATROCÍNIO

APOIO

NAR - Núcleo de Alto Rendimento Esportivo de São Paulo - Todos os direitos reservados.