Douglas Brose já conquistou todos os títulos possíveis para um carateca. Bi-campeão mundial, campeão pan-americano, sul-americano e brasileiro e já classificado para o próximo Mundial, Douglas tem um currículo que fala por si só e é considerado o melhor lutador de karatê do mundo. Porém, ele hoje está em busca de seu objetivo mais cobiçado: a inclusão de seu amado esporte nos Jogos Olímpicos.

O karatê já foi pré-selecionado pelo Comitê Olímpico Japonês para estar nos Jogos Olímpicos de 2020, em Tokyo. Cabe agora ao Comitê Olímpico Internacional (COI) incluí-lo em definitivo na competição. Se este sonho se concretizar, Douglas irá atrás da única medalha que ainda lhe resta: a olímpica.  De acordo com o próprio carateca, esse sonho é mais do que possível. 

"Hoje eu tenho 29 anos, e eu compito com atletas muito mais velhos que eu em finais e competições internacionais mundo afora," ele diz. "Com meu ótimo histórico de lesões, somado a meu caminho vitorioso, acredito que é possível, sim. Porém, será preciso um planejamento sério e correto," ele conclui, cauteloso. 

O atleta credita muito de seu sucesso – e histórico quase ileso de lesões – a seu trabalho no NAR e com Irineu Loturco, com quem trabalha desde 2006.

Douglas esteve no NAR na tarde de hoje para testes de salto e potência dos membros superiores e inferiores. 

Veja a galeria completa
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support