O Núcleo de Alto Rendimento Esportivo de São Paulo (NAR) trabalhou com diversos atletas no último ciclo olímpico. Só para se ter uma ideia, das 19 medalhas olímpicas que o Brasil conquistou, cinco foram de atletas que passaram pelo local. Já entre as paralímpicas, dos 72 pódios, 45 foram de atletas atendidos pelo NAR.

Mas o Núcleo quer ir além para o próximo ciclo olímpico visando aos Jogos de Tóquio, em 2020. Além de aprimorar o trabalho com os atletas de alto rendimento, a ideia é aumentar e potencializar o leque de atividades. “Somos um centro de inspiração da excelência esportiva e vamos tentar ampliar o espectro de trabalho. Continuamos querendo o atleta e a medalha, mas temos um olhar claro na educação do profissional e no desenvolvimento do esporte de base”, explica Irineu Loturco, diretor técnico do NAR.

Confira a matéria completa aqui.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support