A seleção de basquete masculina está acostumada em contar com nones de peso, como Leandro Barbosa, Nenê e Tiago Splitter, que jogam na NBA, e Marcelinho Huertas, protagonista da liga européia. Porém, para este Pan-Americano, o técnico Rúben Magnano optou por uma renovação, com nomes mais desconhecidos e que atuam nacionalmente. 

E foram estes doze escolhidos que compareceram ao NAR para testes de velocidade e salto. 

A seleção continuará treinando em São Paulo até a sexta-feira e depois continuará em rumo da tão sonhada medalha em Toronto. 

Com certeza, os dados coletados do NAR ajudarão toda a comissão técnica na montagem desta preparação. 

Veja a galeria completa
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support